Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

sábado, 1 de novembro de 2008

Resumo do livro "So Your Dog's Not Lassie": Cap. 1 - parte I

Oi pessoal!

Vou começar mais um resumão de um livro que considero excelente, principalmente para quem tem aqueles cães considerados difíceis de treinar. Espero que gostem de mais estes textos e que sejam úteis a todos, como tem sido pra mim.

Por que meu cão é tão difícil de treinar?

A carinha de urso de um filhote de Chow-Chow faz qualquer um derreter. Quem resiste voltar para casa sem ele?

“Encontrei um adorável Beagle!”, alguém canta. “Ele é tão fofinho, tão curioso. Não tem muito cheiro, tem o tamanho ideal e tenho um quintal legal em casa...”. Então, para na pet shop e leva o filhote pra casa.

Algumas pessoas não gostam de cães focinhudos. Adoram Bulldogues e acham que é a raça mais confiável com crianças. Ana tem um bebê e um filho de quatro anos e quer uma raça calma e forte, mas afetuosa. É o motivo exato para ir até o criador.

Alguns meses depois, estas pessoas estão matriculadas em aulas de obediência canina, aterrorizadas. Ficam pálidas quando todos os Poodles e Labradores do grupo sentam imediatamente sob comando. Olham em volta, nervosos, ameaçando e implorando aos cães para obedecer antes que alguém perceba. Quando o curso acaba, o instrutor sorri ligeiramente enquanto entrega os diplomas.

Estas pessoas são piores em ensinar os cães que os outros donos? Pode ser. Mas, os donos devem reconhecer que algumas raças são mais difíceis. As características que atraem estes donos para este tipo de cão, geralmente são as mesmas características que interferem no adestramento. A carinha de urso do Chow-Chow esconde uma personalidade distante, indiferente. A curiosidade insaciável e a inteligência do Beagle o fazem surdo aos comandos do dono. E tentar fazer com que o preguiçoso Bulldogue se levante faz com que os donos arranquem os cabelos. Na verdade, a maioria dos cães dos grupos não-esportivo, terriers e hounds (nos quais todos os cães descritos acima fazem parte) são conhecidos por sua relutância em reconhecer a autoridade. Na maioria das vezes, esta relutância é interpretada como estupidez.

Stanley Coren, em seu livro A Inteligência dos Cães relaciona as raças de cães em 79 posições no que ele chama de “inteligência de trabalho e obediência”. A maioria dos cães que pertencem aos grupos não-esportivo, terrier e dos hounds estão no fim da lista. O Chow-Chow está na 76ª posição; o Beagle em 72ª e o Bulldogue na 77ª. O Border Collie está em primeiro lugar, enquanto o Afghan Hound está em último. Não é a falta de inteligência que torna o cão difícil de treinar.

Enquanto Coren relaciona a palavra “inteligência” com facilidade de adestramento, várias passagens de seu livro deixam claro que ele não acredita que a facilidade de aprendizado tenha a ver com a “potência cerebral”.

Adestramento é um termo muito mais complexo, pois depende do equilíbrio das características de cada cão como indivíduo. Um cão difícil de treinar pode ser muito inteligente. Também pode ter mais características de personalidade que geralmente associamos aos humanos: determinação, independência e nível de energia (baixo ou alto).

Cães trabalham para os humanos
Somente neste século os cães de estimação ultrapassaram em número os cães de trabalho. Por séculos os cães tornaram nossas vidas mais fáceis, seja caçando, guardando, pastoreando e lutando. Seu propósito primário era nos ajudar a sobreviver, geralmente se sacrificando ao fazê-lo. Alguns destes cães de trabalho foram criados especificamente para interagir perto do dono, esperando por suas ordens antes de fazer qualquer coisa. O Border Collie aprende vários comandos que lhe dizem para ir para a esquerda, direita, circular etc. Os Pastores acompanham a polícia há tempos. Ao encontrar um criminoso, o cão trabalha sob comando do policial, esperando suas ordens para atacar, perseguir e largar.

Por outro lado, as raças dos grupos não-esportivo, terrier e hounds faziam o trabalho sozinhas. Eram simplesmente soltos para fazer o que sabiam – sem direção alguma. Os terriers, criados para caçar roedores, eram soltos para pegar os ratos e matá-los. Uma raça criada para brigas não poderia ficar no ringue esperando ordens de seus donos. O Beagle e outros hounds se separam de seus donos quando em perseguição à presa. Nas florestas densas e escuras, confiavam apenas neles mesmos. Do jeito que estes cães eram empregados, os criadores escolhiam aqueles que tinham melhor poder de decisão para procriar, tornando as próximas gerações mais competitivas, caçadoras e lutadoras.

Agora, estes mesmos cães vivem em nossas casas. Enquanto eles sonham com atos heróicos, nós queremos que eles venham e busquem coisas para nós. Podemos pensar “Por que você não é igual a um cão pastor?”. As raças independentes tendem a não ingressar nas regras da casa nem na liderança da matilha. No topo da hierarquia está o líder, aquele que tem o que quer quando quer. Os cães geralmente reconhecem seus donos como os líderes. Mas os instintos das raças independentes dizem que eles não precisam reconhecê-lo necessariamente. Então, quando você dá um comando a eles, não raro eles não o obedecem.

Os pastores ou retrievers, por outro lado, simplesmente AMAM agradar seus donos.

Muitos livros sempre escrevem que “os cães adoram agradar os donos”. Mas a verdade é que nem todos os cães são assim.

O problema não é fazer com que o cão independente entenda seus comandos, mas fazê-lo se importar com eles. Para torná-lo motivado, ele deve ganhar alguma coisa. Muitos cães ditos difíceis entendem o que você quer, mas não o fazem porque simplesmente não é o que eles querem. O dono, então, deve reajustar não apenas sua atitude, mas também sua abordagem, seu método, com cães deste tipo. Aqui, mostraremos como você pode convencer seu cão que, ao trabalharem juntos, ambos se beneficiarão.

3 comentários:

非凡 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Gilberto disse...

Bom Dia,
tenho um cachorro pastor belga aqui em casa com 14 anos.
Nessas últimas semanas ele tem chorado muito, tirando nosso sono, pois as patas traseiras dele estão fracas e não consegue levantar sozinho. Já demos uns 5 tipos de analgésicos para dor, a veterinária veio 2 vezes aqui na mesma semana mas não está adiantando.
Teria alguma outra solução ao invés de sacrificá-lo?

Fúlvia, Suzie e Letícia disse...

Olá Gilberto, tudo bom?

Infelizmente eu não sou veterinária, não poderia ajudá-lo muito. Mas, como uma amante dos cães e animais em geral, eu te aconselho a tentar de tudo, tudo mesmo, antes de partir para algo mais triste, como o sacrifício do seu melhor amigo.

Acupuntura é algo que tem ajudado muitos cães nestes casos.

Espero que seu amigo fique bom logo!
Abraço