Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Já escovou os dentes do seu cão hoje?

Não somente nós, humanos, precisamos ter os dentes sempre limpos, escovados. Os cães (e gatos) também precisam e nós é quem devemos fazê-lo, todos os dias.

Primeiro, devemos acostumar o cão a ser manuseado na boca. Se você tem um clicker, ao tocar na boca do cão (primeiro do lado de fora), clique e dê um petisco. Depois, vá tocado na gengiva, dentes, abrindo a boca... sempre clicando e recompensando. Depois, comece de novo (tocando o lado de fora e assim por diante), mas agora com uma gaze (ou dedeira). Sempre clicando, recompensando. Se, em algum momento do treinamento seu cão se assustar ou não deixar, volte um passo e faça mais repetições.

Quando seu cão já estiver mais familiarizado com você mexendo nos dentes dele (os do lado, no começo), usando a gaze, pode passar a usar uma escova de dentes. Eu uso escova de dentes infantil extra macia e troco a cada 3 meses, como nós trocamos as nossas.

Este treinamento não demora mais que quinze minutos, logo o cão já está deixando ter os dentes escovados.

O último passo é fazê-lo se acostumar a ter os dentes do fundo e o lado interno dos dentes escovados, sem nos morder. Sempre vá aos pouquinhos, clicando e recompensando a cada vez que ele se mostrar disposto a colaborar. Os dentes da frente são o passo do meio, pois são um pouco sensíveis.

Em cerca de uma semana, ou até menos, dependendo da consistência do dono, seu cão já deixará você escovar seus dentes todos os dias, por cinco minutos.

Aqui, desde que a Suzie chegou, escovo os dentes dela. E sempre todos os dias, depois do passeio noturno (se ela não sair à noite, escovo antes de ir dormir). No final, ela ganha um petisco (biscoito de menta, pra ficar com um bom hálito), afinal, ela colabora super bem com a escovação! Sugiro que este petisco seja sempre dado, mesmo, mas nunca algo que suje de novo os dentes do peludo. Assim, ele sempre associará a escovação dos dentes com algo muito legal.

Outro detalhe: eu não uso pasta de dentes própria para cães, mas também não uso a humana (eles a engolem e ela é tóxica). Uso simplesmente água, às vezes água com sal. O resultado é o mesmo: dentes branquinhos, livres de tártaro e doença periodontal, hálito fresco, boca saudável. Até hoje, ela nunca precisou fazer limpeza de tártaro (feita semestralmente em cães e gatos que não escovam os dentes, com anestesia geral, ou seja, custo mais elevado do que a prevenção da escovação diária, não é mesmo?).

E você? Já escovou os dentes do seu cachorro? Ele, a saúde dele e seu bolso agradecem.