Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Treinando Dois Cães: É Possível? Parte I

Depois de falar sobre ter um segundo cão e de mostrar a melhor maneira de apresentar dois cães, vou falar do desafio que é treinar dois cães (ou mais) ao mesmo tempo.

O texto que escreverei será dividido em partes, e é de autoria de Miriam Fields-Babineau, autora de mais de 30 livros sobre cães e adestramento canino.

Livro: Click & Easy: Clicker Training for Dogs
Tradução e Adaptação: Fúlvia Zepilho de Andrade

Com a vida corrida que temos, nossos cães são deixados sozinhos por mais de oito horas por dia, cinco dias na semana. Mas, assim como nós, os cães são seres socias e esta separação é a causa de muitos problemas. Ter dois cães pode ajudar a amenizá-los ou, até mesmo, eliminar os problemas.

Cerca de 30% dos tutores entende que os cães gostam de estar na companhia de outro da mesma espécie, ao invés de ficar sozinho em casa e, consequentemente, têm mais de um cão. Mas nem tudo são flores: quando se tem mais de um cão, há muita dificuldade em controlar o comportamento e educar os dois. Algumas pessoas chegam mesmo a desistir e acabam por simplesmente conviver com cães problemáticos. Os principais problemas são: correr à porta, roer as coisas, latidos excessivos, pular nas pessoas, puxar a guia. Como se vê, os problemas não são poucos. Por isso é bom educar os dois (ou mais) cães que você tenha em casa. O convívio será harmonioso, ao invés do caos total!

Com um pouco de trabalho, você conseguirá se comunicar com seus cães ao mesmo tempo e todos eles serão atentos à você e farão o que você pedir. A parte mais difícil será fazer com que cada cão, individualmente, faça determinado comportamento sem os outros por perto, atrapalhando. Quando se usa o clicker, parece que todos os cães querem ser o centro do universo.

Trabalhando com mais de um cão

Quando se tem dois cães, o timing precisa ser muito bom e devemos usar comandos claros. Também é preciso trabalhar com cada cão separadamente antes de começar a treinar em dupla. Claro, existem exercícios que dá para ensinar os dois ao mesmo tempo, mas com outros o ideal é fazer com um de cada vez.

Para evitar confusão, os cães precisam aprender seus nomes e também o nome da dupla. O nome da dupla é usado quando você quer que os dois façam a mesma coisa (por exemplo, "meninos", "pequenos", "turminha").

Trabalhar com um cão de cada vez é importante para que você crie laços com cada um. Afinal, você quer que cada cão crie um laço com você, e não apenas entre eles.

Já sabemos que os cães são influenciados pelo comportamento de outros cães, por isso todo e qualquer treino deve ser feito em um local sem distrações, como dentro de casa. Você deve pensar: "Ah, mas em casa eu não consigo fazer nada, moro em apartamento". Pois é, eu também moro em apartamento e consigo fazer muita coisa: "vem" a curta distância, senta, deita, fica e vários truques.

Seus cães vão querer lhe agradar (e ganhar muitos petiscos), por isso aprenderão rápido. Essa é a beleza do reforço positivo: sem punições, os cães ficam ansiosos por aprender, por trabalhar com a gente.

Se você usar o clicker, espere que os dois cães tenham executado o comportamento: senão, corre-se o risco de marcar um comportamento pela metade, do cão que demorou mais pra executar o comportamento, e você terá mais trabalho pela frente. Se um termina antes do outro, elogie-o sim (senão ele vai achar que fez algo errado, quando na verdade não o fez), mas espere o outro terminar para clicar e dar a recompensa.

Suas ferramentas para o trabalho em dupla serão sua voz, seus gestos, o clicker, uma petisqueria bem recheada, paciência e imaginação. Vamos começar? Semana que vem, publicarei a segunda parte.

Bom treino!

3 comentários:

Tem cachorro na cozinha disse...

Começando a aprender a trabalhar com a dupla de peludos :) Muito bom, Fulvia ;)
Bjos

Adote Gaspar disse...

ótimo texto, parabéns

Fúlvia e Suzie disse...

Que bom que vocês gostaram! Espero que possa ajudá-los também =)

Beijos