Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

domingo, 13 de abril de 2008

Níveis: 23. Target

NÍVEL UM
O cão deve Tocar a mão do dono deliberadamente com o focinho em apenas um comando de voz. A mão na posição é, naturalmente, o segundo e permitido comando.

DISCUSSÃO:
Ensinamos o cão a ficar longe da sua mão (Zen). Agora o ensinaremos o oposto – tocar sua mão. Existe um número infinito de coisas que você pode obter do cão se ele seguir sua mão, incluindo junto, girar, pular e subir na balança no veterinário. Também é o primeiro passo na busca.

Se o cão pula em você, cutucando para conseguir o petisco e tenta lhe derrubar, ensine o Zen primeiro. Assim, ele fica um pouco mais equilibrado e podemos conversar. Se o cão for tímido ou não está confiante o suficiente para oferecer algo, ensine o Toca primeiro. É um comportamento fácil para um cão iniciante aprender, rápido para o adestrador ensinar e dá mais confiança. Se o cão tem medo de homens, por exemplo, pode-se fazer os homens parecerem menos aterrorizantes, transformando-os de monstros a objetos que podem ser tocados. Uma vez que o cão possa manipular algo para ganhar um petisco, é difícil ter medo do objeto.

COMEÇANDO:
O primeiro comando para o Zen é o punho fechado sinalizando “Fique longe desta mão!”. Já que agora você quer que o cão se aproxime e toque sua mão, não mostre a ele o seu punho. Coloque os dedos e o dedão juntos, como se estivesse segurando um petisco. Segure o petisco imaginário para que o cão cheire. Quando ele alcançar sua mão para cheirá-la, esteja pronto e clique quando o focinho encostar em seus dedos. Dê-lhe o petisco da sua outra mão, ou jogue-o no chão. Repita. É isso!

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS:
ELE NÃO ESTÁ INTERESSANDO EM MINHA MÃO!
Claro, se você estava trabalhando o Zen ou por qualquer outra razão ele não parece inclinado a cheirar seus dedos, ajude-o até que ele capte a idéia. A maioria dos cães irá cheirar seus dedos se você fingir comer um petisco e oferecer-lhe (humm, que gostoso! Quer um pouco?). Se ele não cair nessa, tente duas sessões de “dar o petisco rapidamente” (10 petiscos por sessão) – dar o petisco na boca dele, um por vez, o mais rápido que puder – e tente segurar seu petisco invisível de novo. Se ele ainda não cair nessa, talvez você tenha que realmente segurar um petisco entre os dedos para guiá-lo, clique quando tocá-los e dê-lhe o petisco que estava nesta mão. Não toque você o focinho dele. Deixe que ele lhe toque. Se você tocá-lo, ele não irá tocar você.

ELE ESTAVA INDO BEM, MAS PERDEU O INTERESSE. Veja suas três questões para solução de problemas. Qual o seu Critério? Simples – ele toca sua mão com o focinho. Você não pode pedir mais que isso. Deixe sua mão em frente ao focinho dele, para que o aprendizado seja mais fácil e você faça a maior quantidade possível de repetições em um curto pedaço de tempo. Clique quando ele tocar sua mão com o focinho.

Qual o nível de reforço? Se você não obtém o comportamento o suficiente, você não clica o suficiente. Se nada acontece, ele irá fazer outra coisa. Guie-o se preciso. Se livre das distrações. Pare de treinar até um pouco antes da próxima refeição dele, quando ele estará com fome e talvez mais interessado em como ganhar petiscos.

Finalmente, como está seu Timing? Se você clica meio segundo depois, você clica para o cão não tocar sua mão, porque ele a tocou, depois se distanciou e então ganhou o clique. Se o clique não marca o comportamento exato que você quer, o que ele marca? Melhor descobrir, porque é esse comportamento que você obterá no final.

ELE NÃO ESTÁ TOCANDO, ESTÁ MORDENDO! Se ele está muito entusiasmado em pegar o petisco de você, mostre a palma da mão, ao invés dos dedos. Assim ele não terá onde morder. Coloque o petisco no chão ao invés de dar-lhe na boca. Se ele pensar que deve colocar a boca na sua mão ao invés de apenas tocá-la, parabéns! Ele está a um passo da busca! Mas isso não resolve o problema de fazê-lo tocar sua mão. Apresente a palma da sua mão, é mais difícil dele usar a boca. Clique antes que ele alcance sua mão, até que ele pare de se esforçar tanto em agarrá-la. Esqueça sua mão e faça-o tocar algo maior, como um livro ou um prato, que ele não poderá morder. Ou esqueça tudo e ensine o Busca. Você pode voltar a ensinar o Toca depois!

ADICIONANDO UM COMANDO:
Comandos comuns são “Toca” ou “Bata”. Depois você pode ensiná-lo a tocar coisas com a pata. Quando você quiser um comando para tocar com o focinho, lembre que precisará de outro comando para tocar com a pata, então use o “Cutuca” depois. Quando ele toca sua mão com o focinho confiavelmente, diga-lhe o comando assim que ele fizer o contato.

CONTINUANDO A EDUCAR:
Quando você tiver 10 vezes corretas de tocar com o nariz, comece a mover sua mão. Coloque-a abaixo do focinho, assim ele precisa se curvar um pouco para alcançá-la. Direita e esquerda. Coloque sua mão na frente do focinho dele quando ele estiver parado. Quando ele conseguir alcançá-la, afaste-a, assim ele precisará dar um ou dois passos para alcançar. Mais alto, mais rápido...

NÍVEL DOIS
O cão Toca a parte final marcada de um bastão com o nariz com apenas um comando de voz. Naturalmente, a apresentação do bastão é o segundo comando.

DISCUSSÃO:
Como o cão já toca sua mão, o desafio aqui é: a) trocar o comportamento para o bastão e b) fazê-lo apontar apenas isto. Uma vez que ele toque o final do bastão, você pode usá-lo como o guia para produzir comportamentos que você não conseguiria fazer com sua mão – passar por entre suas pernas, girar em círculos, pular obstáculos e subir rampas.

COMEÇANDO:
Apresente o fim do bastão ao cão. Ele pode até já tocá-lo! Se não, finja mordiscar o final dele (finja que está gostoso), então ofereça-o ao cão. Esteja pronto para clicar quando ele tocá-lo.

Se não funcionar, faça-o tocar sua mão 5x, então segure o bastão com sua “mão alvo” e gradualmente deixe o bastão sair da sua mão até que ele toque-o antes de sua mão. Clique para o toque no bastão e tire sua mão de perto para ele não tocá-la também.

Agora ele toca o bastão, e nós precisamos que ele se foque apenas no fim dele. Comece apontando o bastão para o cão de modo que ele só consiga tocar o final dele. 10x. Gradulmente comece a incliná-lo, para que ele tenha acesso ao resto dele. Certifique-se do cão estar contente. Cedo ou tarde, ele tocará outra parte do bastão. Não clique. Deixe-o descobrir. Se você o recompensar o suficiente por tocar o bastão, se você o recompensar o suficiente por tocar o final dele, ao mudar a posição do bastão bem devagar, quando ele não ganhar o clique, o próximo toque será no fim do bastão. Brinque bastante, até que você possa mostrar qualquer parte do bastão e o cão tocar apenas seu final.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS:
ELE NÃO TOCA O BASTÃO!
Você pode passar algo nele. Apenas o suficiente para que o cão o toque, então você pode continuar clicando.

ELE DESISTE SE EU ESPERO ELE TOCAR O FINAL! Não vá ao próximo passo antes que o cão ofereça alegremente o comportamento que você deseja. Se ele está alegre ao tocar o bastão e você muda-o de posição devagar o suficiente, ele nem notará que tem oportunidade de tocar qualquer lugar a não ser o final.

Se você quer moldar para tocar o final sem tirar a chance dele tocar outro lugar do bastão, divida-o em oito seções. Primeiro, clique qualquer toque no bastão. Quando ele entender o que está fazendo, clique qualquer toque nas sete seções mais próximas ao final dele. Quando ele estiver bom, reduza para as seis mais próximas do final, depois cinco, quatro, três – até que ele toque apenas o final do bastão.

ADICIONANDO UM COMANDO:
Escolha uma palavra que signifique “toque com o nariz”. Comece a usá-la quando ele toca o bastão onde e como você quer. Se você fizer um bom trabalho ensinando-o a tocar, este logo se tornará um comportamento padrão – se o bastão está lá, as chances serão do cão tocá-lo!

CONTINUANDO A EDUCAR:
Você pode fazer o cão tocar outras coisas – seu pé, a parte de trás da caixa de transporte ou qualquer coisa que você quiser. Um objeto útil é qualquer um que o cão tenha medo. Se ele tem medo de homens, ensine-o a tocar os sapatos de homens. Peça para um estranho sentar e cruzar as pernas, então peça para o cão tocar os sapatos. Tornar o estranho nada mais que um objeto a ser tocado ajuda o cão a ser mais confiante.

NÍVEL TRÊS
O cão toca um ponto no chão com o focinho ou a pata a 2,5m de distância, com não mais que dois comandos. Um comando “Olha” antes é aceitável. Comportamento opcional.

DISCUSSÃO:
Este é o comando “posição” padrão que faz os golfinhos ficarem em uma posição enquanto o adestrador fala com o público. Se você está feliz com o cão sempre usando o focinho para tocar objetos, fique assim. Cães de Serviço podem ter que tocar com seus pés – apertar botões de porta, por exemplo. Se você quiser, ensine seu cão a tocar com a pata também. Use alvos de plástico rosa, de tampas de containers. Eles são fáceis do cão ver, são diferentes do chão e da parede, e pode-se reduzi-lo com o tempo.

COMEÇANDO:
Para tocar com o focinho, primeiro faça o cão tocar sua mão 10x, apresente o alvo em sua mão, como você apresentou o bastão, e comece a obter toques. Mova o alvo para a esquerda, direita, mais alto, mais baixo. Quando você o deixar mais e mais baixo, logo o estará segurando no chão. Quando ele o tocar no nível do chão, deixe-o cair no chão e levemente tire sua mão de perto. Mova-a gradualmente usando as 300 Repetições para o Targeting – clique por ele tocar o alvo em sua mão perto do chão, clique por tocá-lo em sua mão no chão, clique por tocá-lo no chão com sua mão bem perto, clique por tocá-lo no chão com sua mão a 2cm de distância, 5cm, 7cm. Quando ele errar, volte para o começo.

Para tocar com a pata dá um pouco mais de trabalho, pois ele nunca fez isso. Comece com um alvo plástico relativamente grande e trabalhe exatamente como você começou o “Vá para a Cama”. Coloque o alvo perto de você no chão e clique quando a pata do cão acidentalmente tocá-lo. Jogue o petisco fora do alvo, para que o cão tenha a chance de voltar e tocar nele de novo. Há uma diferença entre tocar com a pata e o Vá Para a Cama – nós queremos apenas uma pata tocando o alvo, não queremos que ele sente ou deite nele, então clique apenas quando sua pata tocar nele.

Dois desafios aqui. Um é diminuir o alvo para um diâmetro de 5cm, e o outro é obter este comportamento à distância. O bom é que os cães geralmente aprendem rápido a tocar com a pata. Eles respondem às suas tentativas de obter distância se lançando no alvo, batendo nele com força com as duas patas ou dando-lhe um golpe sólido com uma pata. Estas respostas tornam tocar com a pata uma aventura! Use as 300 Repetições para obter distância, e use uma tesoura para diminuir o alvo (diâmetro) a cada dia que o cão o toca com entusiasmo.

Mova o alvo poucos centímetros para uma posição um pouco diferente a cada dez cliques – para a esquerda, a direita, mais longe de você. Quando você tiver uma boa sessão um dia, deixe o alvo no chão para que você não precisa manejá-lo no outro dia. Simplesmente volte à área de adestramento e veja se o cão está entusiasmado o bastante com o comportamento para oferecê-lo logo de cara. Quando ele estiver bom nisso, depois de uma boa sessão, tire o cão da área de adestramento e volte sozinho para mudar o alvo, assim quando o cão voltar para a próxima sessão, ele não estará no mesmo lugar.

Quando o alvo estiver longe o bastante e numa posição inesperada para o cão, você deve ser capaz de dizer-lhe para achá-lo e tocá-lo. Primeiro, trabalhe com o alvo a uma distância de 50cm 20x. O cão deve se entusiasmar para voltar ao alvo. Depois, vire-o para que ele veja o alvo. Ele pode ficar parado, mas o ideal é sentado. Agora você precisa que ele olhe para o alvo. Se ele estiver feliz em voltar para o alvo, ele está olhando-o. Clique e, ao invés de dar-lhe o petisco, deixe-o tocar o alvo de novo. Esta é a recompensa por olhar o alvo. Nota: não é clicar duas vezes por um petisco! Apenas usamos dois tipos de petiscos, um para cada clique. Se ele não olhar imediatamente para o alvo, faça qualquer coisa para chamar a atenção dele para o alvo. Faça o que tiver que fazer e clique quando o cão olhá-lo. Se demorar um pouco para ele entender, dê-lhe um petisco na boca quando você clicar por ele olhar o alvo. Quando ele o procurar e olhar para ele, você pode deixá-lo tocar depois do clique.

ADICIONANDO UM COMANDO:
Se você está usando tocar com o focinho, pode usar o mesmo comando de antes. Se está usando a pata, você tem duas escolhas. Você pode usar um comando completamente novo que signifique tocar com a pata (como “Cutuca” ou “Acerta!”) ou você pode usar o mesmo comando usado para o focinho. Ao usar apenas um comando, não há um controle sobre como o cão irá tocar o objeto, mas os cães não têm problemas de entender que queremos que eles toquem o objeto. Mas você terá tempo depois de começar a ensinar o comportamento antes de precisar chamá-lo de algo.

CONTINUANDO A EDUCAR:
Seja como truque ou como um exercício, pense em como você adicionará a duração a este comportamento para produzir a “Posição”, como os golfinhos!

Se você decidiu tocar com a pata, pode usar uma fita dupla-face para grudar o alvo numa parede, levantando-o gradualmente até que o cão precise levantar a pata para tocá-lo. Aviso – não coloque numa parede lindamente pintada, ou você terá uma parede cheia de patinhas logo, logo. Este exercício é bom para ensinar o cão a tocar um sino ou apertar botões para abrir portas, e é um bom começo para os Níveis 5, 6 e 7 do comportamento de Target.

NÍVEL QUATRO
O cão segue e toca um bastão, apenas no final dele, com o nariz, com vontade de tocá-lo. Deve haver um comando de voz, mas não necessariamente na presença do bastão. Depois de um tempo, o cão deve demonstrar responder ao comando.

DISCUSSÃO:
Passamos de um toca passivo de um objeto que o cão pode alcançar sem se mover muito, para uma “caçada” ao objeto. Se seu cão tem instinto de caça, o truque é obter o comportamento sem que ele abocanhe o bastão. Se ele não tiver este instinto, você pode ensiná-lo a ter um com este comportamento.

COMEÇANDO:
Comece com o cão perto de você, de preferência não sentado. E sem usar o comando Parado. Não queremos que ele fique sempre em um ponto antes de começar. Lembre-o de tocar o bastão com o focinho. Trabalhe aí até que ele esteja ansioso para tocá-lo. Mova o bastão – para cima, para baixo, para a esquerda, para a direita, para a frente.

Quando ele estiver gostando da brincadeira, mova o bastão levemente para o lado, um pouco mais longe, de modo que o cão não consiga tocá-lo se não se mexer. Clique quando ele tocar. Ele pode tentar alcançá-lo, não conseguir e esperar pela recompensa, mas não faça nada, continue olhando para ele. Se ele realmente entendeu a brincadeira, ele dará um passo e tocará o bastão. Se não, faça outras 10 repetições com o bastão próximo a ele, fazendo-o se mover para tocá-lo e depois coloque-o fora o alcance de novo. Geralmente é fácil para o animal se mover para um lado ou outro ao invés de ir em frente, por isso é que, no começo, fazemos o cão dar um passo para o lado.

Quando ele conseguir dar um passo, consegue dar dois. Quando for para o lado, você pode mover o bastão gradualmente para a frente, para que ele vá na direção dele e toque-o.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS:
QUANDO MOVO O BASTÃO PARA LONGE DELE, ELE DESISTE!
Há muitas possibilidades aqui.

Sua taxa de reforço não está alta o bastante – ou seja, ele não está com vontade de brincar de tocar o bastão antes de você começar a distanciá-lo. Sua taxa de cliques antes de mover o bastão deve ser no mínimo mais rápida que um a cada 6 segundos, ou dez vezes em um minuto.
Seu critério está muito alto – peça para andar 1cm ao invés de 30.

Toca ISTOToca ISTOToca ISTOToca ISTOToca ISTOToca ISTOSeu timing pode estar desligado. Você tem certeza que clica quando o cão toca o bastão?

CONTINUANDO A EDUCAR:
Ter habilidade para tocar o bastão em movimento é útil. Você pode ensinar giros, andar entre as pernas, fazer o cão ir de um lado para outro. Fazer o cão ir mais longe e mais rápido para tocar o bastão. Fazê-lo perseguir o bastão enquanto você gira. Faze-lo pular um pequeno salto para tocar o bastão.

NÍVEL CINCO
O cão toca com a pata uma parede a 2,5m de distância. Comportamento opcional.

DISCUSSÃO:
Uma maneira divertida e fácil de ensinar o exercício Vá-Volte no Utility. Quando você não sabe como fazê-lo, parece muito difícil. Na verdade, é muito fácil de ensinar, e a maioria dos cães adora.

NÍVEL SEIS
O cão toca com a pata uma parede a 5m de distância com dois comandos. Opcional.

DISCUSSÃO:
Mais distância é tudo o que precisa neste Nível. Cuidado – certifique-se que o cão continua a ir para o muro em linha reta na sua frente.

NÍVEL SETE
O cão vai em linha reta tocar com a pata uma parede a 10m de distância, com dois comandos no máximo. Comportamento opcional.

DISCUSSÃO:
Uma ida a 10m rápida, em linha reta e entusiasmada. Meus cumprimentos!

Tradução: Fúlvia Zepilho de Andrade
Fonte: www.dragonflyllama.com

Um comentário:

非凡 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.