Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Perfil comportamental do Whippet

Com gente da casa:
O Whippet é um cão independente, mas isso não quer dizer que não seja amoroso com seus donos. Assim como a maioria das raças, tende a eleger um dono em especial, que é o que recebe mais carinho e atenção do Whippet, além de ser o mais obedecido por ele. Apesar de independente, adora se aconchegar junto com o dono, seja no sofá enquanto vê televisão, ou mesmo na cama. E é daqueles que não gostam de perder os donos de vista: sempre voltam correndo para ele. Também não é um cão grudento, daqueles que sempre imploram por carinho: preferem que o dono decida qual é a hora do carinho.




Com cães e outros animais:

Whippets são cães muito sociáveis, especialmente com cães. Não importa se forem ou não do mesmo sexo, as chances de brigas são mínimas e, se houverem, eles se entendem rapidinho. No que depender do Whippet, todos os outros cães são amigos em potencial, portanto, cuidado com ele: nem todos os cães são tão sociáveis quanto esses cães elegantes. Já para o convívio com gatos e outros animais, é necessário cautela e, o melhor mesmo, seria evitar. Gatos e animais pequenos em geral podem ser vistos como presas em potencial. Os Whippets são cães de caça, sighthounds (caçam pela visão) e, ao ver um animal pequeno correndo, seu instinto caçador vêm à tona e eles simplesmente se esquecem que aquele lindo gatinho era seu melhor amigo.


O quanto late:

Fazem parte do time das raças silenciosas. Só é de latir quando fica muito excitado com uma brincadeira, para chamar a atenção dos donos ou quando vê algo muito fora do comum. Mesmo assim, dá apenas um ou dois latidos e logo pára. Se você procura um cão silencioso que não incomode a vizinhança, o Whippet é uma boa escolha.


Inteligência:

Whippets são muito espertos. Associam facilmente causa e efeito. São daqueles cães que se animam quando vêem o dono colocando a roupa de passear; ficam tristes quando os donos se arrumam todo, o que significa que eles não irão junto; se os donos arrumam as coisas dele numa malinha, ficam alvoroçados, pois sabem que vão participar de uma viagem junto com os donos; ao verem os donos com toalhas, se escondem (nunca se sabe de quem é o banho da vez!) e o mesmo vale quando estão pegando remédios.Também reconhecem facilmente o caminho das coisas: veterinário, casa dos amigos, parques. Sabem se virar sozinhos muito bem: se há algo fora do alcance que eles queiram pegar, eles sempre dão um jeitinho de conseguir. Se não conseguirem, não custa nada pedir ajuda dos donos.


Com pessoas de fora da casa:

Sociáveis com todos, os Whippets consideram os humanos amigos em potencial. São daqueles que, ao tocar a campainha, choram de alegria, pois chegou uma visita para ele (claro, pois todos vieram visitá-lo, e não aos donos!). Mas é bom que se frise que nem todas as pessoas gostam de cães, e os Whippets costumam recepcionar todo mundo pulando em cima e lambendo a cara. Mas são cães atentos e, se alguém estranho passar no portão da sua casa, ficarão de olho nele. Mas, basta que recepcionemos a pessoa para, então, se tornar sua melhor amiga. Lembre-se: não são cães de guarda e nem de alarme. Se o seu interesse é em um cão desse tipo, esqueça o Whippet!


Grau de atividade
:

Quando adultos, podem ser considerados de atividade média-alta. São daqueles que têm como atividade preferida dormir em um local bem macio, como seu sofá ou sua cama, de preferência ao seu lado. Mas eles precisam de exercícios físicos para manter sua saúde física e mental. Caminhadas diárias fazem parte da rotina do Whippet. 40 minutos de caminhada por dia são suficientes. Mas não dispense as brincadeiras, pois eles simplesmente adoram brincar com os donos. Também é importante, se você morar em apartamento, levar o Whippet para correr em algum lugar próprio, solto (um lugar bem cercado, os Whippets são fujões), periodicamente. Eles foram feitos para correr.Quanto aos filhotes, a coisa muda de figura: eles são muito, muito ativos. Não páram nunca, estão sempre brincando, correndo pela casa, pedindo para passear. Então, dê muita atenção ao seu filhote. Dos 12 aos 18 meses ele tende a se tornar mais calmo.


Obediência:

Não é um cão que costuma ser obediente. Se você quer um cão que esteja sempre disposto a lhe obedecer prontamente, não tenha um Whippet. Ele só fará o que lhe for pedido se ganhar algo em troca. No ranking de obediência canina publicado no livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren, o Whippet se encontra na 51ª posição entre 79 posições. Isso significa que ele aprende um novo comando depois de cerca de vinte e cinco a quarenta repetições. Com uma prática adequada, mostram boa receptividade. Se não estiver sempre repetindo os comandos, mesmo os já conhecidos, tende a esquecê-los. Respondem à primeira ordem mais de 50% das vezes. Ainda assim, muitos donos participam de competições de obediência com a raça, que não se sai mal. Mas, este não é o forte do Whippet.




Com as crianças:

São cães pacientes. São daqueles que preferem se esconder e fugir a atacar uma criança que o esteja importunando. O ideal é ensinar à garotada como um cão deve ser tratado. Se as crianças souberem respeitar o Whippet, ele será um verdadeiro companheiro, sempre pronto para as brincadeiras das crianças.Apesar do físico esbelto, não são cães frágeis e agüentam participar das brincadeiras dos pequenos e adolescentes.



Destrutividade:

O Whippet é um cão disciplinado por natureza. Não é daqueles que sempre irá destruir um móvel ou fazer xixi em lugar impróprio. Mas na infância, são cães muito levados. Por isso, dedique um tempo ensinando ao filhote o que ele pode e não pode destruir. Dê brinquedos para ele, ossos diversos, enfim, estimule-o a roer as coisas dele. Geralmente, aos 6 meses, já estão mais tranquilos quanto à destrutividade. Mas isso não impede que, de vez em quando, os adultos da raça dêem sua fuçada no lixo do banheiro ou piquem papéis pela casa toda: é uma diversão para eles.Também aprendem rápido o local onde fazer suas necessidades: são cães muito limpos, odeiam sujar o ambiente onde vivem.