Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Pastores: Pastor de Shetland

País de Origem: Ilhas Shetland.

Expectativa de Vida: 12 a 14 anos.
Tamanho: De 33cm a 41cm de altura na cernelha.
Peso: De 8kg a 12kg.
Cores: Marta (castanho avermelhado), azul merle, branco e preto, black and tan (preto e canela) e tricolor.
Treinamento: Excelente.
Com crianças: Muito bom com crianças.
Com outros animais: Bom.
Clima: Tolera bem o frio.
Dentro ou fora de casa: Excelente cão para dentro de casa, desde que seja exercitado regularmente.
Necessidade de exercícios: Muito alta.
Cuidados gerais: Escovação regular e cuidados com a pelagem. Troca intensa de pêlos duas vezes ao ano.

Origem

O Sheltie (como é carinhosamente chamado) é originário das Ilhas Shetland. Foi criado para ser um cão de pastoreio. Seu instinto pastor permanece muito forte na maioria dos cães de hoje. Seu Sheltie pode pastorear crianças, bolas etc.

Quanto à formação da raça, existem controvérsias. Alguns acreditam que tenha se originado do mesmo cão de trabalho que originou o Collie ou do cruzamento entre cão nativos das Ilhas Shetland e os ancestrais do Collie. Também existe a hipótese de a raça resultar de acasalamentos que incluíam as raças Border Collie e Collie.

Personalidade

Um Sheltie típico é um cão leal, amigável e extremamente espertos. São muito conhecidos por sua inteligência. Eles se saem muito bem em provas de obediência.

O Sheltie foi feito para ficar dentro de casa e não fora dela. Ele tem uma necessidade muito forte de ficar perto do dono, seguindo-o a todos os lugares só para ficar junto dele. Alguns Shelties ficam entediados e podem latir se deixados sozinhos no quintal, além de se tornar um cão infeliz.

Os Shelties são cães calmos, gentis e amáveis, não hiperativos. Mas, se pessoas inexperientes criam a raça, começaremos a ver muitos Shelties hiperativos, dando má fama à raça (como geralmente acontece com as raças da moda).

A timidez é um grande problema da raça: os Shelties ficam tímidos com estranhos. Você pode ajudar, socializando o filhote a estranhos desde cedo.

Esta é uma raça que se encontra entre os que latem muito. Se você não quer ter um cão latidor, não compre um Sheltie! Eles são muito protetores da casa e latirão para avisar se há algo estranho. A maioria late para carteiros, leiteiros etc. Mas, apesar disso, eles não latem compulsivamente e nem à toa. E também aprendem facilmente a não latir em demasia.

Temperamento

O Sheltie é um notável cão de companhia com um temperamento encantador. Gentil, sensível, leal e delicado. Muito alegre, inteligente e adestrável. O Pastor de Shetland é uma das raças mais inteligentes, que adoram agradar e obedecer o dono. Estes cães são tão espertos que muito criadores dizem que ele tem uma inteligência quase humana. Amável, leal e aficionado à sua família, mas reservado com estranhos, adoram as crianças da família. O Sheltie é conhecido por não se deixar ser tocado por estranhos, mas nada que uma boa socialização, feita desde cedo, quando filhote, não resolva.

É um bom cão de alerta. Esta raça precisa de contato humano e deve ser criada em uma casa onde possa viver com as pessoas. Gostam de se manter ocupados. Como têm o instinto de pastoreio bem arraigado, adoram pastorear coisas e, infelizmente - e desastrosamente - adoram pastorear carros. Um Sheltie não deve nunca andar solto na rua, justamente para evitar esses acidentes. Devido à sua beleza e amabilidade é um excelente cão de companhia. Os Shelties são muito devotados à família.

Características

Tamanho e peso: O Sheltie deve ter entre 33cm e 41cm na cernelha. O peso ideal é de 8kg a 12kg, lembrando que as fêmeas podem ser mais leves que os machos. NÃO existem mini Shelties. Esse termo é usado por criadores irresponsáveis, que tentam comercializar Shelties menores, que têm mais problemas de saúde devido à miniaturização do que os Shelties de tamanho padrão. Se alguém tentar lhe vender um mini Sheltie, fuja dessa pessoa!

Cores: Marta e branco é a cor mais popular do Sheltie, mas ele também pode ser branco e preto, tricolor, black and tan (preto e canela) e azul merle. O Sheltie é um excelente companheiro, não importa a sua cor. Não existe conexão entre o temperamento e a adestrabilidade do Sheltie com a sua cor.

O Pastor de Shetland é um cão robusto, rápido e bonito, com uma cabeça longa em formato de cunha. Sua pelagem é longa e o subpêlo é macio. Alguns dizem que ele é a miniatura perfeita do Collie de pêlo longo. A linha superior do crânio deve ser paralela com a linha superior do focinho. As patas e a cauda são bem revestidas de pêlos; a face e os pés têm pÊlo curto. A cauda deve alcançar os jarretes (calcanhares). Os olhos são amendoados e geralmente escuros, mas o azul merle pode ter olhos azuis, um de cada cor ou, ainda, ambas as cores em um único olho. O cão deve ter uma expressão gentil, inteligente e alerta. A trufa (nariz) deve ser negra. A mordedura deve ser em tesoura, ou seja, os incisivos superiores se fecham imediatamente à frente dos incisivos inferiores. As orelhas são pequenas, flexíveis e expressivas, e suas pontas devem ser dobradas. O Sheltie é um cão ágil, rápido e bom saltador. Os machos devem ter aparência masculina e as fêmeas aparência feminina.

Cuidados

Por ser uma raça de pêlo duplo e longo, o Pastor de Shetland precisa de alguns cuidados. A troca de pêlos é moderada durante o ano e se acentua duas vezes ao ano, que é a época da muda dos pêlos. É mais fácil cuidar de sua pelagem do que parece, mas escovações regulares são importantes. Durante a muda, que pode durar algumas semanas, as escovações precisam ser mais regulares: de três a quatro vezes na semana. Atenção especial para o pêlo macio de trás das orelhas e os pêlos das coxas e das patas dianteiras, que são os que mais freqüentemente embaraçam.

Banhos: esporádicos. Semestrais, se necessário.

Unhas: devem ser aparadas quinzenalmente ou, pelo menos, mensalmente. Se você não souber como fazê-lo, peça ajuda de um profissional, como o veterinário, porque, diferentemente de nós, as unhas dos cães são vascularizadas e, se cortamos a veia interna, o cão sentirá muita dor e terá hemorragia. Só é necessário cortá-la se o cão não desgastar as unhas naturalmente.

Orelhas: mantenha-as sempre limpas, pois ninguém merece uma infecção auricular. Novamente, se você não souber como limpá-las, peça ajuda veterinária, senão corre-se o risco de ferir o cão.

Glândulas anais: existem duas glândulas localizadas em cada lado do reto. Elas ajudam a lubrificar os movimentos intestinais do cão. Essa substância tem um cheiro muito forte e nojento e precisam ser esvaziadas. A periodicidade depende do tipo de alimentação do cão: se ele comer comida úmida, precisa-se esvaziá-la mais vezes; se comer comida seca, menos vezes. É melhor que seja feita pelo veterinário ou no próprio banho e tosa, porque, novamente, corre-se o risco de machucar o cão.

Virilha e genitais: melhor manter com a tosa higiênica, assim evita-se aparecimento de infecções e é mais fácil manter o cão limpo. Algumas vezes cães machos que não estão tosados (a tosa higiênica) se sujam com urina.

Dentes: Deve-se escovar os dentes dos cães, idealmente, todos os dias, para evitar a formação de tártaro. Se o cão desenvolve tártaro, somente o médico veterinário é habilitado a retirá-lo, já que requer anestesia geral do cão. A limpeza de tártaro é recomendada anualmente ou duas vezes ao ano. Ossos também ajudam a manter os dentes e as gengivas saudáveis.

Controle de parasitas externos: todos estão sujeitos a apresentar pulgas. Então, siga os seguintes passos:
1. Banhe o cão regularmente. Passe xampu em todo o cão e deixe agir por 15 minutos. Se o cão estiver com pulgas e/ou carrapatos, banhe-o com produtos específicos. Olhe bem nas orelhas, olhos, ânus e virilha: são os locais que as pulgas mais se escondem.
2. "Venenos", como o Frontline, ajudam muito no combate às pulgas que vivem no seu cão.
3. Limpe muito bem a sua casa, livrando-a dos parasitas externos do cão. Isso porque 99% das pulgas vive no ambiente e não no cão. Portanto, ao tratar o cão com produtos anti pulgas, trate também o ambiente. Só assim o tratamento será eficaz.

Curiosidades

  • O Sheltie pula bastante e gosta de correr em círculos. Não se sabe o porque isso acontece, mas é mais comum quando o cão está excitado ou nervoso.

  • São tímidos. Até mesmo o mais bem socializado dos Shelties pode demonstrar timidez algumas vezes.

  • Pastoreiam pessoas. Seu instinto de pastoreio está muito arraigado.

  • Têm medo de tempestades. Durante uma tempestade, mantenha-o seguro, porque eles podem fugir devido ao barulho, tentando se esconder.

  • Medo de estranhos. Não espero que ele seja sociável com estranhos. Para muitos Shelties, leva um certo tempo para ele se familiarizar com eles.

Uma pequena entrevista com criadores da raça


Aqui, alguns trechos de entrevistas concedidas por criadores da raça.

1. Função antiga e atual da raça (para saber quais serão as tendências de um cão desses em casa)?
Função antiga: pastoreio de ovelhas de pequeno porte, companhia dentro de casa com a família do pastor e proteger plantações e criações de animais domésticos espantando os animais predadores através de latidos.
Função atual: pastoreio de ovelhas, companhia, provas de Agility e Obediência.

2. Tipo de ambiente (será um cão bom tanto para casa como apartamento)?
O Sheltie se dá muito bem em um apartamento, desde que suficientemente exercitado e desde que esteja ao lado do dono. São cães que gostam de ficar dentro de casa e se dão bem em casas sem quintal. Não devem ser deixados soltos em hipótese nenhuma, pois podem fugir, se machucar, ser envenenados ou se perder. Se dão melhor como cães de dentro de casa.

3. Tamanho da área (se adapta bem a áreas pequenas, desde que exercitado regularmente, ou, mesmo assim, só pode viver em áreas grandes)?
Se adapta a pequenas áreas, desde que exercitado regularmente.

4. Tolerância com crianças.
São um dos melhores cães para as crianças. Claro que, quando filhote, a interação cão e criança deve ser supervisionada. A criança deve entender o que pode ou não pode fazer ao interagir com o cão. Se dá muito bem com crianças acima de sete anos. Com as menores, basta fazer o que foi dito: ensiná-las a respeitar o cão, e a convivência será prazerosa para ambos.

5. Convivência com estranhos.
De acordo com o próprio padrão da raça, é reservado com estranhos, porém nunca tímidos ou medrosos.

6. Convivência com cães e outros animais.
Os Shelties não são uma raça agressiva. Se dão muito bem com cães e gatos. São muito fáceis de conviver e não arrumar brigas e nem confusão. Uma curiosidade é que eles gostam muito de gatos.
Apesar de não serem agressivos com outros cães, normalmente são dominantes em relação às outras raças.

7. O quanto late.
É um cão que late bastante. Para comparações, late mais que um Collie mas menos que um Poodle.

8. Nível de aprendizagem em obediência.
Nota 10! Uma das melhores e mais fáceis raças de se treinar, campeão em provas de Obediência nos Estados Unidos e no mundo.

9. Necessidade de exercícios. É uma raça resistente?
Se saem muito bem em provas de pastoreio e agility, adoram praticar esportes, têm fôlego para isso.
São cães muito ativos, portanto, precisam de bastante exercício. Só não pode deixar que eles passeiem sozinhos na rua, pois é muito perigoso (como dito acima).

10. Nível de atividade (incluindo excitabilidade e vontade de brincar).
Muito espírito brincalhão, porém, nível de atividade moderado.

11. Busca de afeto (é um cão que gosta de contato físico ou é mais independente).
São cães que amam as pessoas, gostam de ficar com seus familiares sempre que possível. Não o deixe sozinho no quintal: ele não ficará feliz e latirá muito para mostrar o desagrado.
Fica colado no dono acompanhando seus movimentos, como se fosse pastorear as pessoas da casa.

12. Tolerância em ficar sozinho?
Como dito acima, gostam de ficar com a família. Não são apenas cães: são parte da família. Toleram ficar sozinhos quando seus donos estão trabalhando, mas é melhor deixá-lo entretido com brinquedos.
Pode ficar algumas horas sozinho se precisar, porém adora a companhia do dono e precisa ser exercitado para gastar energia.

13. Nível de destruição?
Os Shelties não são muito destruidores, não estão entre as raças que mais estragam móveis, carros etc. Se contentam com um osso, um brinquedo ou um coleguinha.

14. Preço de um adulto e um filhote da raça?
Nos EUA, um filhote custa em torno de U$ 600, de qualidade pet (ou seja, não deve ser procriado porque não se adequa ao padrão oficial da raça). Segundo o criador, é para tomar cuidado com quem vende filhotes abaixo de U$ 500: pode vir de uma fábrica de filhotes, podem estar doentes, serem mestiços etc. Filhotes com qualidade para exposição e/ou reprodução custam em torno de U$ 1.200 a U$ 3.000. Um adulto até os dois ou três anos de idade tem o mesmo preço de um filhote, mas, a partir dos sete anos, quando se aposenta, custa em média U$ 250.
Aqui no Brasil, um filhote custa em média R$ 1500,00.

15. Expectativa de vida.
Cerca de 12 a 15 anos. Alguns chegam a viver mais de 16 anos. Depende muito de como o cão é tratado. Se estiver com sua saúde em dia, vacinação, vermifugação, dentro do peso, dentes e pelagem limpos, será, com certeza, um cão saudável e longevo.

16. Por que ter e por que não ter um Pastor de Shetland?
Por que ter:
É um excelente companheiro para todos os momentos. Se o dono está feliz, ele também está feliz; se o dono está triste, ele ficará no seu canto; se receber carinho e atenção, retribuirá com carinho e atenção. Vai retribuir o que receber.
Por que não ter: Se quiser um cão para ficar longe do convívio da, ou para ficar trancado no canil, é melhor não ter um Sheltie.

Referências

Revista Cães e Cia
AKC

Agradecimentos especiais para os criadores, que contribuíram muito para esta matéria:

1. Hilda e Eduardo Scherrer do Canil Chelsea Shelties, de Curitiba, PR
2. Ashley Stribling do canil AshLaur Shelties, dos EUA



Nome: Carmylie Spenser of Chelsea
Proprietários: Hilda e Eduardo Scherrer (CHELSEA SHELTIES)

Nome: Lakewood's Double Stuf (Double)
Proprietário: Ashley Stribling (AshLaur Shelties - EUA)
Cor: Bi Black

Nome: Lakewood's AshLaus Winter Ice (Ice)
Proprietário: Ashley Stribling (AshLaur Shelties - EUA) e Billie Adams
Cor: Bi Blue

4 comentários:

Juliana disse...

Olá Fúlvia e Suzie =), td bem???
Primeiramente eu gostaria de parabenizar o blog e dizer que ele está me ajudando muito, sabem porque? Estou me formando em Design de Produto e meu produto para conclusão do curso é nada mais nada menos que um mobiliário pensando no bem estar de nossos amiguinhos. Isso mesmo! é um mobiliário interativo onde além da caminha irá oferecer atividades interativas para estimular os cães além de amenizar a stress que muitos adquirem na ausência do seu dono.
Para que tudo de certo, eu gostaria da ajuda de pessoas como vc que ama os cães. Estou recolhendo informações através de um questionário, que se possível eu gostaria que vc respondesse para mim, vou deixar o meu e-mail abaixo caso vc possa me ajudar, eu ficaria muito grata!
juliana.fujitani@gmail.com

Muito Obrigada!!!!!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

João Pedro disse...

Adorei sua pagina do dia25 de janeneiro de 2009 pois acho que vou comprar um pastor de shetland e nesta pagina ha ótimas informações sobre ele.Adorei o seu blog, boa sorte com ele

Kalú Ctba disse...

Adorei o blog.

A família adquiriu uma cachorrinha dessa raça e estamos ainda nos habituando com seus hábitos.
É muita meiga, brincalhona, carinhosa e praticamente uma "sombra" dos donos.
Tem que ter cuidado para não pisar nela de tão colada que fica.
Sempre!
Portanto, quem não tem paciência para cachorro hiper carinhoso, não tenha um sheltie. Esta raça um grude só. Para quem gosta é muito bom!