Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

quarta-feira, 25 de julho de 2007

La Perm

Vamos falar um pouco de gatos?


História
O filhote que exibia as características da mutação original formou a "base" para a raça LaPerm era forte, saudável e "doméstico". Em 1982, em uma fazenda de Oregon localizada perto dos velhos índios Wishram, uma ninhada de seis filhotes nasceu de um gato de celeiro. Um dos filhotes nasceu completamente careca - não se parecendo nem um pouco com sua mãe e seus irmãos de ninhada. O filhote não tinha pêlos, tinha grandes orelhas espaçadas e um padrão desenhado na pele que era semelhante ao padrão tabby clássico (uma coloração de gatos). Dentro de oito semanas, começaram a nascer pêlos muito macios e ondulados. Com três ou quatro meses de idade, o filhote, agora chamada "Curly", possuía uma pelagem totalmente ondulada. Não sendo um entendido de gatos, a dona aceitou o "mutante" como um gato qualquer e não pensou mais no assunto.

Durante os próximos 10 anos não foi feita nenhuma tentativa de criação seletiva, mas, como a freqüência de filhotes calvos aumentou nas ninhadas, a dona da fazenda começou a buscar informações adicionais sobre seus gatos "incomuns". Ela não possuía conhecimentos de genética ou de criação e então permitia que os gatos andassem livremente pelos celeiros e pomares por muitos anos.

Quando ela se deu conta de quão únicos esses gatos eram, ela começou a confiná-los e controlar os acasalamentos. Descobriu que o gene para pêlos ondulados era dominante e era "transmitido" tanto para machos quanto para fêmeas. Esta criadora estava totalmente despreparada para o interesse e excitação gerados pelos gatos que ela decidiu exibir em exposições. Ela deu o nome da sua raça de gatos de "LaPerm", que significa ondulado.

Temperamento
Os LaPerms são gentis e afetuosos, mas também são muito ativos. Diferentemente de outras raças ativas, o LaPerm também é um bom gato de colo. O LaPerm gosta de seguir seu dono. Se ele estiver ocupado brincando e você decidir sentar e relaxar, simplesmente pegue o LaPerm, sente e o coloque no seu colo. Ele ficará deitado, quietinho, dando-lhe toda a atenção. O LaPerm procura o contato humano e ronronarão assim que se derem conta da sua presença. São inquisitivos por natureza e sempre irão querer saber o que se passa em volta deles. Acariciarão seu rosto com suas patas e irão esfregar a cabeça no seu rosto, cabeça e pescoço, como sinal de carinho.



Os LaPerms são diferentes de qualquer outra raça devido à sua combinação única de aparência e de personalidade apegada aos humanos. A raça cativa todos que tenham a oportunidade de ver um exemplar. Uma vez que o LaPerm está em sua casa você será levado a pensar que é a melhor raça de gatos do mundo e precisa de mais um (um é pouco). Carregar um LaPerm nos braços pode mexer com você. Passar os dedos através de seu pêlo macio se tornará automático e você não irá querer parar mais. Ouvir os ronrons e ver a inteligência desdobrar enquanto você o ensina truques, tais como buscar um objeto, irá lhe dar um sentimento de amor e respeito incomparáveis pela raça.

Os LaPerms, que possuem pelagem ondulada, ou crespa, como uma mutação de ocorrência natural, são sociáveis, afetuosos e inquisitivos. A menos que eles estejam tentando chamar sua atenção, eles tendem a ser pouco mientos.

Características
A calvície ainda acontece em alguns filhotes, e os criadores afirmam que pode ocorrer, geralmente, durante a infância ou, nas fêmeas, logo depois do primeiro cio. Alguns filhotes nascem com pêlos duros, que são substituídos por uma pelagem ondulada.

O LaPerm é uma combinação única de pelagem ondulada e uma personalidade afetuosa. Ninguém pode negar que o amor e a afeição que o LaPerm sente pelo dono, assim como sua pelagem ondulada ou crespa, o faz uma raça muito interessante.



Todas as cores e padrões de cores do LaPerm são aceitas. Alguns filhotes podem nascer carecas, mas a maioria tem curtos pêlos ondulados quando nascem. Os filhotes geralmente ficam totalmente carecas no começo, com algumas mechas no topo da cabeça. Este processo começa quando os filhotes têm por volta de duas semanas e podem passar por variados estágios de calvície durante seus primeiros quatro meses ou mais. O pêlo volta a crescer e sempre será ondulado se o filhote nascer com ele ondulado. As variações de pelagem ao longo da vida do LaPerm variam de um pêlo mais escasso e fino para um possível pêlo mais cheio após a castração.

Comprimento da Pelagem - Existem duas variedades: pêlo longo e pêlo curto. O de pêlo longo tem uma pelagem de textura moderadamente macia, elástica, "solta" do corpo em ondas largas, na maioria dos gatos. As ondas mais longas estão na parte de baixo do pescoço (região da garganta) e na base das orelhas. Machos e fêmeas podem ter uma juba cheia no ao redor do pescoço. Quanto mais ondulado, melhor. Quanto mais grossa e pesada a pelagem, melhor. Os LaPerm de pêlo curto não possuem a juba e nem cauda emplumada.
Olhos - Qualquer cor de olhos é aceita. A cor do olho não tem relação nenhuma com a cor da pelagem.
Peso: 3,5 a 4,5kg.

Aparência - O LaPerm é um gato de tamanho médio, pelagem ondulada e tipo atlético. Todas as partes do seu corpo estão em harmonia com o tamanho do gato. O gato é mais pesado do que parece, pelo fato de não ser um gato grande. É um gato alerta e parece caminhar na ponta dos pés.

Cuidados
O pêlo semilongo necessita de escovações, para prevenir as bolas de pêlos, que são ingeridas enquanto os gatos se lambem, fazendo a higiene pessoal. A escovação retira os pêlos mortos. As escovações podem ser feitas uma ou duas vezes por semana.

O pêlo do LaPerm não embaraça com facilidade e é considerada uma raça de manutenção fácil.

Referências



Revista Cães & Cia