Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Necessidades no lugar certo: parte II

Ensinando-o a se aliviar fora de casa

Quando você quer que seu animal faça as necessidades apenas no quintal ou na rua (este último eu não recomendo, porque obriga o cão a segurar urina e fezes tempo demais no organismo, podendo causar doenças sérias: é sempre bom ele aprender a usar o jornal também), é importante que se tenha uma rotina estabelecida.

Se você tem um quintal, leve seu cão para lá em intervalos regulares ou sempre que você observar sinais que indiquem que o cão está apertado. Mas não deixe-o sozinho no quintal, senão, ele vai querer entrar de novo pra ficar com você e não fará as necessidades. Fique com ele no quintal e recompense-o com petiscos, carinhos e elogios quando ele fizer xixi e/ou coco. Quando se mora em um apartamento, este treino pode ficar um pouco mais difícil, porque você não consegue levá-lo para fora tão rápido quanto gostaria (e acidentes podem acontecer: e acontecem, como acontecem! Quantas vezes eu não lavei garagem, limpei elevador hehehehehe. E olha que nem era pra ensiná-la a fazer na rua, porque ela aprendeu a fazer no jornal: era pra passear mesmo. Ainda assim, ela prefere se aliviar na rua, não tem jeito).

Exemplo de rotina

6:30 – Os filhotes geralmente estão apertados assim que acordam. Leve-o para a rua ou quintal. Ele vai fazer xixi e provavelmente coco. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

8:30 – Ofereça a primeira refeição. Deixe-a por 20 minutos e logo após saia com ele. Ele pode fazer xixi e/ou coco. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

10:30 – Leve-o para fazer xixi. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

13:00 – Dê-lhe o almoço. Leve-o para fora. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

16:00 – Dê-lhe a janta agora, ao invés de à tardinha. Depois de comer, leve-o para fora. Ele pode fazer xixi e/ou coco. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

18:00 – Leve-o para fazer xixi. Brinque com ele e mantenha-o sob sua supervisão, para ficar sempre a postos quando precisar levá-lo novamente.

21:00 – Saia com ele de novo. Ele precisa fazer xixi e coco antes de dormir. Limite o consumo de água depois deste passeio, a não ser que esteja muito calor. Se estiver muito quente, ofereça-lhe cubos de gelo, assim ele bebe água mais devagar.

  • Só dê uma boa caminhada com o cão depois que ele já tiver feito xixi e coco. As caminhadas são exercícios, e devem ser feitas pelo menos duas vezes ao dia, por pelo menos meia hora cada uma, podendo ser mais conforme a idade, raça e estilo do cão. As caminhadas não devem ser encaradas só como idas ao banheiro: caminhar com o cão é um comprometimento nosso. Ele precisa extravasar as energias. Depois de uma bela caminhada, ele está pronto para descansar e deixar os móveis em paz.

  • Quando o cão tiver mais controle sobre as necessidades, você pode diminuir a quantidade de vezes que sai com ele. Mas lembre-se: cães adultos ainda precisam sair para fazer as necessidades pelo menos 4 vezes ao dia (além das caminhadas, hein?!).

  • Os cães defecam em diferentes horários no dia. Não há regras de quando ele irá fazer coco, mas preste atenção nos horários em que ele costuma fazer, assim você saberá mais ou menos quando ele fará coco. É útil para viagens e fazer exames de fezes, por exemplo.

Acostumando-o a sair

Se ele já faz no jornal, leve um pedaço de jornal com cheiro de xixi com você. Coloque este pedaço, junto com outro limpo, no chão. Escolha um lugar relativamente tranquilo, como perto do muro, do poste ou um lugar sossegado no quintal. Deixe o filhote cheirar o jornal. Fale “xixi” numa voz doce. Assim que ele fizer, elogios, carinhos e petiscos para ele.

Gradualmente diminua o tamanho do jornal até que ele não precise mais dele. Lembre que a sensação do jornal (ou fralda higiênica) nas patas do cão é bem diferente do concreto ou da grama, tanto em temperatura como em textura. Para acostumá-lo com o concreto ou a grama, você pode levar um pedaço de concreto (tem tantos nestas calçadas quebradas, só pegar um pedacinho) ou de grama (aqueles blocos) e coloque-os debaixo do jornal, onde ele costuma fazer as necessidades em casa.

Recolha!!

Leve sempre saquinhos plásticos com você quando sair com seu cão para recolher as fezes. Existem uns bonitinhos nos pet shops agora, outros vêm com pazinha. Mas eu uso sacos comuns mesmo, de feira ou mercado (pequenos). Não recolher as fezes em uma área pública é preguiça da pessoa, além de não ser nada saudável para os outros pedestres. Não existe desculpa. Recolha o coco! Ou você gosta de andar nos “campos minados” que as calçadas e ruas têm se tornado ultimamente? Eu ODEIO! E olha que eu recolho todo coco da Suzie, mesmo carregando a Letícia no sling. É meu dever de cidadã.

Acidentes acontecem...

Seja tolerante com os acidentes. Eles ocorrerão, e é importante ser paciente para não estragar todo o trabalho que tem feito até então, antes de se irritar.

Um xixi que não tenha sido limpo adequadamente é um convite para o cão fazer xixi naquele lugar. Você precisa limpar o xixi e o coco fora de lugar com produtos enzimáticos, que removem as enzimas da urina, retirando totalmente o odor dela.