Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Senta, Deita e Parado: Parte IV

Ensinando o DEITA

Deita é um exercício totalmente novo do ponto de vista do cão, mas você tem algumas coisas a seu favor. Ao ensinar o “Senta” com sucesso, você tem um cão que presta atenção em você. Ele também aprendeu os benefícios de responder aos seus comandos: petiscos, carinhos e elogios. Com estes parâmetros estabelecidos, ensinar o deita deve ser fácil, assim como qualquer outro comando que você o ensinar.

Como já dito antes, deita significa submissão. Muitos cães independentes não querem se submeter. Eles podem questionar seu direito de pedir isso. Deitar também coloca o cão em uma posição vulnerável. Se ele não está confortável com o lugar onde está, pode não deitar porque sente que está vulnerável.

Os passos para se ensinar o “Deita” são:

  • Comece em um lugar calmo e sem distrações. Ganhe a atenção do cão com comida.

  • Coloque o cão na posição sentado ao seu lado esquerdo. Coloque sua mão nas costas do cão e segure um petisco com sua mão direita. Você pode ficar parado ou ajoelhado, o que for mais confortável.

  • Segure o petisco perto do nariz do cão. Diga “Deita” e leve o petisco devagar em direção ao peito do cão e ao chão. Mover sua mão do nariz do cão ao chão se tornará o sinal (comando gestual) para o deita. Eventualmente, você conseguirá fazer um movimento curto no ar com sua mão para fazer o cão se deitar a qualquer distância.

  • Deixe seu cão comer o petisco enquanto você o elogia.

CUIDADO!

Evite fazer seu cão se deitar empurrando a cernelha dele. Os ombros dele são seguros no lugar por músculos e ligamentos. Empurrar a cernelha pode deslocar os ombros.

  • Quando seu cão estiver deitado, segure-o gentilmente no lugar enquanto o elogia. Você pode pisar na guia ou manter sua mão nas costas dele. Não o liberte até que ele esteja relaxado e deixe que você o mantenha nesta posição. Fazer com que ele aceite ficar deitado pode levar várias sessões.

  • Faça de cinco a seis repetições e então faça outro exercício. Repita uma ou mais séries durante a sessão de treinamento. Continue a praticar até que você consiga manter sua mão esquerda longa das costas do cão. Quando você terminar de praticar este exercício, liberte o cão com o comando que você escolheu para isso (“Ok” ou qualquer outro).

  • Se o seu cão se recusa a deitar, ou não permanece deitado, olhe o relacionamento que você tem com o cão e volte para o exercício de atenção. Você pode ter que reforçar essas áreas antes que seu cão aceite deitar, principalmente se ele for dominante.

  • Assim que seu cão prontamente se deitar (quando estiver sentado), tente fazer com que ele deite estando em qualquer posição. Enquanto ele estiver parado, fique ao lado direito dele e coloque comida na sua mão esquerda. Diga “Deita” enquanto abaixa a mão até o chão. Algumas vezes as pessoas só ensinam o cão a deitar a partir da posição sentado. Elas não conseguem fazer o cão deitar, a menos que ele se sente primeiro. Para evitar isso, faça o cão deitar a partir da posição parado. Eventualmente, vá para o outro lado e todas as posições em volta dele quando pedir para ele deitar.

  • Comece a adicionar distrações a partir do deita. Trabalhe em diferentes locais, em diferentes condições. Não se esqueça de voltar a ajudar o cão se as distrações o fizerem se distrair. Diminua a distração e tente novamente.

Deitar pode ser um exercício muito frustrante de ensinar. Cães com alta energia não conseguem se acalmar tempo o bastante para permanecerem deitados. Cães independentes têm outros planos e cães inseguros podem se sentir dominados nesta posição. Não se desespere, com paciência e persistência você conseguirá fazer esse execício.

CUIDADO!

Não comece a dar o comando “deita” a dez passos de distância quando você acabou de fazer o exercício ficando ao lado do cão. Muito longe rápido demais. Vá um passo de distância, depois dois passos e assim por diante.