Todos os Direitos Reservados

Este site é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei nº 9610) e toda e qualquer reprodução, parcial ou total, de um texto de minha autoria sem autorização está terminantemente proibida! Portanto, usem suas próprias cabeças para escrever no seu site, ok?! Ou sejam humildes e peçam autorização. Obrigada

sábado, 10 de fevereiro de 2007

Adestrando com Sucesso


Um bom adestramento tem um papel importanto em assegurar um relacionamento saudável e feliz entre você e seu filhote. Através dele, o filhote aprende a entender o que você espera dele e a estar melhor "equipado" para se adequar ao ambiente onde vive. O adestramento também ajuda você a entender o comportamento do seu filhote e em como se comunicar melhor com ele - o que resulta em um relacionamento mais recompensador.


Cada filhote é diferente. Você verá que o filhote vai começar a entender ao quê ele responde e as sessões de adestramento devem ser feitas de acordo com o aprendizado. Abaixo, algumas dicas que deixam o adestramento mais fácil e efetivo.


Comece cedo

Você deve começar a adestrar ao filhote alguns comandos básicos o mais cedo possível. Para o treinamento ter benefícios, ele deve primeiro ser capaz de responder ao seu nome.


Uma vez que o filhote tenha completado a vacinação, você pode levá-lo para pequenos passeios. Mantenha-o sob controle quando estiver em um lugar público e, para isso, uma coleira e guia são essenciais. Apresente-o à coleira e guia e deixe que ele se acostume a usá-las antes de levá-lo para o primeiro passeio.


Assim que ele se acostumar, você pode dar início ao adestramento básico. Todos os membros da família devem estar envolvidos no programa de adestramento. Use palavras curtas para os comandos, com vogais que sejam claramente diferentes.


Consistência

Seu comportamento tem um impacto direto no comportamento do filhote. Se as suas regras mudam constantemente o filhote pode ficar confuso e se comportar de maneira imprópria. Certifique-se também que todos na casa dão ao cão a mesma mensagem que você. Por exemplo, o filhote ficará confuso se for permitido sentar no sofá enquanto você assiste TV mas for repreendido por pular no sofá para sentar ao lado da visita. Todos na casa devem seguir as regras que foram estabelecidas para o filhote.


Matricule-o em uma aula de obediência

Considere matricular o filhote em uma aula de obediência. Feita por profissionais experientes, estas aulas lhe ensinarão a como adestrar o filhote da melhor maneira. Estas aulas podem ser feitas em grupos ou individuais. Um benefício das aulas em grupo é que expõe o filhote a outros filhotes, o que ajuda na boa socialização. Lembre-se, as lições aprendidas nas aulas devem ser reforçadas em casa.


Como achar uma boa escola de obediência:

Pergunte. Seu veterinário, o criador de onde você comprou o filhote ou o abrigo de animais podem lhe indicar uma boa escola.


Observe ao menos dois ou três instrutores ou aulas antes de se decidir. Converse com o potencial instrutor de obediência antes de tomar a decisão para se assegurar que você concorda com a filosofia de adestramento usada.


Torne o adestramento alegre e recompensador

Se o adestramento for divertido o filhote responderá melhor. Recompense-o com carinhos e elogios, e um petisco se você desejar, para que ele saiba que respondeu aos comandos corretamente. Não o puna por não ter obedecido a um comando - simplesmente ignore-o. Se for punido, ele associará o comando com punição e dificilmente responderá a ele.


Ambos, você e o filhote, precisam estar dispostos para treinar. Se você estiver cansado ou não se sentir bem, é melhor remarcar a aula. Mantenha as lições curtas - cinco a dez minutos são suficientes - mas tente fazê-las todos os dias. Sempre termine a sessão de forma positiva, pedindo que o filhote faça um comando que você tenha certeza que ele saiba e obedecerá no ato.